Eduardo Sá

 

Os exames são um problema!

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Quinta, 21 Abril 2016 | Visto - 5346

"A função da escola é pôr problemas às crianças, dando-lhes argumentos para pensarem sobre eles e para os resolverem..." Por Eduardo Sá.


 

Boas notas? Não obrigado!

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Segunda, 18 Abril 2016 | Visto - 163606

Melhor educação não significa crianças mais sossegadas, mais silenciosas, mais falsas ou mais obedientes...

   

Só se aprende de cabeça na lua

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Terça, 05 Abril 2016 | Visto - 32272

Estas crianças, que chegam à escola muito pouco "estragadas", estão ao alcance de todos os pais. Leia mais uma crónica de Eduardo Sá.


   

Manual de instruções para uma criança feliz

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Terça, 01 Março 2016 | Visto - 362637

Os bons pais erram! Esganiçam-se, têm “ataques de nervos” e “passam-se”! Por Eduardo Sá.

   

Para que serve reprovar?

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Segunda, 22 Fevereiro 2016 | Visto - 65229

"Todas as crianças, quando chegam à escola, são inteligentes, sábias e amigas do conhecimento."

   

Uma gravidez não é o céu

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Segunda, 15 Fevereiro 2016 | Visto - 31696

"O pai e mãe não engravidam, os dois, ao mesmo tempo. Há pais que engravidam muito antes da mãe do bebé."


   

Vamos fazer uma revolução para crianças?

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Terça, 19 Janeiro 2016 | Visto - 32687

Queremos um mundo de crianças que “tirem do sério” os pais.Por Eduardo Sá.


   

Porque é que crianças inteligentes têm más notas?

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Segunda, 04 Janeiro 2016 | Visto - 215245

Porque são inteligentes! Eu sei que a resposta pode parecer um desaforo. Mas é verdade. Pelo psicólogo Eduardo Sá.


   

Sem presentes não há Natal!

Escrito por Eduardo Sá, psicólogo Quarta, 23 Dezembro 2015 | Visto - 23087

Não é verdade que sem crianças não haja Natal. Em rigor, sem pais a fazerem de pais, por mais crianças que haja, nunca é Natal.

   

Página 3 de 13

Editorial.

editorial-319

alt

Vamos para a rua!

O recado ficou na porta do quarto: “Não me acordem. Deitei-me tarde e gosto de dormir de...

Consultório

 "O meu filho, que fez recentemente quatro anos, vive intensamente esta altura do ano. Ainda acredita no Pai Natal e acha que é ele quem lhe traz as prendas. Ainda...

Leia Mais