Cuidado com os mergulhos!

alt

Com a chegada do tempo mais quente, é também altura em que as praias e piscinas se tornam uma atração irresistível. E quem pode dizer não a um bom mergulho? É importante, porém, ter cuidado com a forma como se entra na água, dado que este movimento pode estar na base de lesões graves na coluna.

Estima-se que cerca de nove por cento de todas as lesões vertebrais estejam relacionados com acidentes ocorridos na água e 63 por cento são resultado dos mergulhos, enquanto 19 por cento estão relacionadas com a prática do surf. Dado que grande fatia dos acidentados são crianças e jovens, a Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV) decidiu promover uma campanha de sensibilização junto daquelas faixas etárias.

“Com esta iniciativa queremos sensibilizar os mais novos para os riscos que correm quando dão mergulhos, tanto nas piscinas como nas praias, em águas pouco profundas”, explica o ortopedista Manuel Tavares de Matos, presidente da SPPCV. E acrescenta: “As lesões da coluna na sequência de acidentes de mergulho são potencialmente graves e contribuem para as taxas elevadas de incapacidade permanente. É por isso essencial o alerta e a sensibilização junto dos mais novos”.

Para prevenir as lesões na coluna recomenda-se que verifique sempre a profundidade da água antes de mergulhar e mantenha-se sempre dentro da zona supervisionada. Deve evitar-se mergulhar sob o efeito de bebidas alcoólicas.

Já os sinais e sintomas de lesão na coluna incluem: dor no local lesionado eventualmente com irradiação aos membros superiores, náuseas, cefaleias ou tonturas, fraqueza ou incapacidade em mover os braços ou pernas; formigueiro ou dormência nos membros e na área abaixo da lesão, estado de consciência alterado, dificuldades respiratórias ou perda do controle da bexiga ou do intestino.

Quem presenciar um acidente e suspeitar de uma lesão da coluna deve contatar de imediato o 112 e chamar uma ambulância. Não deve mover a pessoa, uma vez que qualquer movimento numa coluna já danificada pode causar danos permanentes.


Leia também:

Cuidado com os flutuadores e boias

Cuidado com o verão!

Mergulhos felizes

Comentar

Código de segurança
Actualizar

Editorial.

Três notas

alt

Setembro é mês de regressar às aulas, mas também de retomar rotinas, reorganizar horários, cortar o cabelo, destralhar a casa, trocar...

Consultório

 "O meu filho, que fez recentemente quatro anos, vive intensamente esta altura do ano. Ainda acredita no Pai Natal e acha que é ele quem lhe traz as prendas. Ainda...

Leia Mais